ANÁLISES SOBRE FINANÇAS
TEOLOGO JOILSON DE ASSIS



A área financeira de uma pessoa é muito importante, pois com algum mal nesta área, toda vida correrá um risco de perturbação e desequilíbrio. Jesus Cristo através de sua palavra nos oferece sabedoria suficiente para sermos bem sucedidos na área financeira. Posso afirmar com toda certeza que, neste capítulo o que será exposto mudará a sua visão acerca de finanças.
Para começar vamos analisar um fato bíblico acontecido há muitos anos atrás, o sonho de Faraó e a interpretação do mesmo pelo servo de Deus, José. Alguém pode me perguntar: o que tem haver este sonho com a minha vida financeira? Quando você ler no versículo indicado notará que os principais personagens do sonho são sete vacas gordas e sete vacas magras; sete espigas gordas e sete magras. Na continuação do sonho do rei, tanto as vacas como as espigas gordas eram devoradas pelas magras. Isto apavorou o Rei Faraó que não sabia que horrenda cena representaria. Quando o Servo de Deus José foi chamado a presença de Faraó e interpretou o sonho, saíram as seguintes conclusões: haveria sete anos de grande abundância, aonde a terra produziria com toda força. Também haveria sete anos de seca, logo após os sete anos de abundância, que consumiria todos os recursos.
Depois da conversa com Faraó e da interpretação do sonho que veio do Céu, o missionário José deu um conselho muito sábio à Faraó mandando que ele se organizasse politicamente colocando governadores sobre a terra e guardasse as provisões dos primeiros sete anos de abundância. Plantaram e armazenaram o máximo que puderam.
Na vida há períodos de vacas gordas e períodos de vacas magras, porém se soubermos agir no período bom, quando chegar o ruim não haverá prejuízos e, além disto, estaremos em uma situação melhor e mais bem estruturada do que a de antes. Foi o que aconteceu com Faraó que além de não morrer de fome, não viu o seu país parecer sem recursos. Ao contrário de tudo isto, ele ficou cada vez mais rico, comprou muitas terras e adquiriu muitas riquezas. A verdade é que gastamos muito no período bom e quando chega a seca estamos despreparados e passamos necessidades.
Este versículo bíblico pode ser usado no sentido se período de vida, como também no período de juventude e velhice. Quando estamos jovens estamos naquele período de vacas e espigas gordas. Somos fortes, determinados e temos bastante coragem para enfrentar situações adversas. Depois vem a velhice, período de vacas magras, tempo difícil onde as forças já não são as mesmas; a disposição já é rarefeita. Se soubermos agir quando jovens, devemos plantar o máximo que pudermos e estruturar a nossa vida; quando chegarmos a velhice além de termos provisões garantidas, teremos riquezas em tempos difíceis. Quantas pessoas que você conhece, quando eram jovens esbanjavam dinheiro e saúde; gastavam tudo com orgias ou atitudes néscias. Agora já em outro período elas passam enormes dificuldades. Não se preocuparam em estruturar a sua vida, em cavar seus próprios poços. Não estabeleceram metas, não estudaram e não remiram o tempo, ou seja, não aproveitaram o tempo. Na verdade colhemos tudo que plantamos. Um exemplo: uma jovem quando, ainda muito nova, desperdiça a sua vida, beleza e vitalidade na orgia, ou até mesmo com atitudes néscias; não poderá reclamar quando chegar a uma idade em que conseguir um casamento é uma tarefa muito difícil.
O conselho amigo é para você plantar o máximo que puder colher e até estocar. Não se esqueça de plantar o máximo. Esta revelação poderá agora em sua mente tomar vários rumos e tenho certeza que o Santo Espírito de Deus fará isto acontecer. Tais revelações podem se encaixar dentro de diversas situações da vida. Outro pequeno exemplo: em um casamento temos também tais períodos e a regra anterior se repete se vivemos intensamente os momentos bons os ruins nem serão percebidos em termos de prejuízos emocionais. Se amarmos de coração e deixarmos a felicidade fluir em nossas vidas estaremos armazenando amor, carinho, afeto, compreensão para os períodos tortuosos. É isso amigo, plante o máximo mesmo, aproveite cada período da sua vida. Lembre-se que satisfação não significa acomodação.
Estudar, trabalhar e projetar a vida é uma grande necessidade. Pois para mudarmos as situações da vida do nosso país, e as irregularidades existentes; temos que mudar primeiramente a nossa. Crescer na graça e no conhecimento do Senhor; se renovar pelo poder do entendimento é o desejo dos futuros bem sucedidos na área financeira. Para mudar a vida financeira muitas vezes é necessário mudarmos as concepções culturais das pessoas. Existem pessoas que conseguem um emprego que oferece um salário mínimo todo mês, se acomoda com o mesmo, e quer com este dinheiro viver bem o resto da vida. Temos que ter uma vida progressiva e procurar crescer em todos os sentidos. Devemos gerar objetivos, alvos claros “e vitórias que durem a vida inteira” (Valdemir Vieira Sales). Evite se envolver com coisas inúteis e banais; que geram confusão e não progresso. Procure o progresso nos estudos, nos negócios. Seja ágil e ativo, pois o maior problema de alguns é o fato que andam sonolentamente como se tivessem milhares de anos para realizar seus objetivos.

Um comentário:

  1. POXA O SENHOR É DEMAIS EM FALA E PENSA ASSIM COMO EU PENSO O SENHOR PASTOR É GUIADO POR DEUS ......QUE O SENHOR DEUS O ABENÇÕE RICAMENTE E QUERO AJUDAR TBM MEU EMAIL primaveraluz@msn.com

    ResponderExcluir